Notícias

Inscreva-se em nossa newsletter

Mantas filtrantes e a sua importância na filtragem de ar

A necessidade de tratamento do ar, para deixá-lo livre de impurezas e de agentes contaminantes, se dá por razões variadas e pode ser fator decisivo para a melhora de pacientes em ambientes hospitalares – ao reduzir fatores de risco responsáveis pela transmissão aérea de doenças ocasionadas por fungos, bactérias e outros microrganismos – ou para a segurança de profissionais que trabalham com gases nocivos e produtos tóxicos, a exemplo de cabines de pintura. 

As mantas filtrantes são eficazes para reter particulados sólidos que ficam em suspensão no ar. Elas possuem espessuras e gramaturas diferentes para serem utilizadas em sistemas de ar condicionado, climatização, exaustão, ventilação e refrigeração.

O material com que são confeccionadas pode variar – fibra de vidro, fibras de poliéster, sintética com carvão ativado -, diferenciando a aplicação e a durabilidade das mantas. 

 

Elas também fazem parte do sistema filtrante em processos produtivos das indústrias farmacêuticaalimentícia, microeletrônica, de cosmético, só para citar algumas que exigem alto padrão de qualidade do ar e salas limpas para evitar a contaminação aérea.

Por terem grande resistência química e não absorverem água do meio ambiente, o ar é filtrado sem prejuízo para a umidade desejada.

Mesmo em sistemas exclusivos de ar-condicionado, as mantas filtrantes excedem a função de manter o conforto térmico do ambiente. 

Elas aumentam o nível de confiabilidade e qualidade de equipamentos sensíveis, preservando-os e estendendo seu ciclo de vida. Independentemente do mecanismo HVAC-R (heating, ventilation, air conditioning e refrigeration), a manutenção preventiva deve sempre merecer atenção especial como meio de prever falhas e manter tudo funcionando como desejado.

Solicite um orçamento