Notícias

Inscreva-se em nossa newsletter

PMOC para Hospitais: o guia completo.

A preocupação com a qualidade do ar que respiramos, em busca de melhorar a saúde da população, sempre foi um tema extremamente importante e debatido. Nos dias atuais, este fator tornou-se ainda mais essencial e importante. Vivemos em um tempo de pandemia, uma crise sanitária enfrentada por todo o mundo. 

O novo Coronavírus, descoberto em dezembro de 2019, parou o mundo. Um vírus transmitido de pessoa para pessoa, presente no ar, continua preocupando.

Por diversos fatores e, ainda mais esse agravante, é que, principalmente em ambientes hospitalares, há de se ter uma preocupação triplicada com a qualidade do ar. Afinal, são esses locais que as pessoas procuram quando estão doentes. 

Portanto, a possibilidade de presença de vírus no ar é ainda maior. Neste cenário, o PMOC é fundamental.

Mas antes de entender a importância deste documento para os ambientes hospitalares, é preciso entender a essência dele.

 

O que é o PMOC?

A sigla PMOC significa Plano de Manutenção, Operação e Controle

Consiste em reunir em um documento todos os procedimentos necessários para que seja realizada a verificação do estado de limpeza, conservação e manutenção dos sistemas de climatização de um determinado ambiente. 

O objetivo principal é garantir que o ar permaneça em ótima qualidade e, consequentemente, assegurar que os ocupantes daquele local permaneçam saudáveis. O plano visa manter os equipamentos de climatização livres de fungos, bactérias e demais contaminantes.

Segundo a Portaria nº 3.523/98, criada pelo Ministério da Saúde, o PMOC deve, por obrigação, conter a identificação do estabelecimento e do responsável técnico pela operações. 

Também é necessário descrever as atividades a serem desenvolvidas no local, periodicidade de inspeções que serão realizadas e as recomendações a serem adotadas em situações de emergência ou falhas de equipamentos. 

Todos esses processos garantem a maior segurança e eficiência do sistema de climatização.

 

Sem tempo para ler agora?

Baixe esse conteúdo em PDF e leia quando e onde quiser.


A lei que regulamenta o PMOC

A LEI 13.589 estabelece que o PMOC é obrigatório a todos os edifícios de uso coletivo e público. Esta norma, basicamente, reúne todos os procedimentos que envolvem a verificação do estado de limpeza, conservação e manutenção dos sistemas de climatização. 

Ela é fundamental para que todos os pré-requisitos de funcionamento do sistema estejam de acordo com os padrões adequados.
 
Quando o PMOC é elaborado e executado, é possível assegurar que as operações relacionadas aos filtros, como manutenções, por exemplo, sejam realizadas sempre em circunstâncias adequadas. O documento também determina quando será necessário realizar a substituição desses filtros, no momento adequado.
 
Fiscalização: é realizada pela Vigilância Sanitária, ANVISA e outros órgãos competentes como as Delegacias do Trabalho. Se o estabelecimento for fiscalizado e não tiver o PMOC, estará passível de multa, com valores que  podem variar entre dois mil e um milhão e meio de reais, dependendo do risco, recorrência e tamanho do local.


A importância do PMOC para ambientes hospitalares

Bom, agora que temos o conhecimento sobre o que é o “Plano de Manutenção, Operação e Controle”, precisamos entender também a importância deste documento em ambientes hospitalares e qual a real importância dele nesse cenário.

O principal objetivo do PMOC para hospitais é que seja realizada a manutenção do sistema de climatização. De qual forma? A limpeza constante e remoção de substância contaminantes do sistema. Também visa manter o nível de eficácia dos componentes presentes dentro dos sistemas de climatização como um todo.

Isso é feito essencialmente para manter a qualidade do ar. Este fator é fundamental, tanto no quesito conforto, quanto na questão do bem-estar e saúde das pessoas. Isso quer dizer que o PMOC é fundamental para que todos os parâmetros necessários sejam seguidos, para que a saúde dos ocupantes não seja afetada.

 

 

Alguns pontos fundamentais a serem seguidos, presentes no PMOC:

  • Troca e higienização dos filtros; 
  • Descarte adequado dos filtros usados; 
  • Análise constante e precisa da qualidade do ar; 
  • Vistoria periódica da central de ar-condicionado do hospital.

 

O que não pode faltar no PMOC para hospitais

Como pôde-se notar, o documento é essencial para a manutenção do conforto e saúde dos ocupantes de um hospital, sejam pacientes, acompanhantes ou equipe de médica. E, para que todos os requisitos sejam cumpridos à risca, é fundamental que alguns detalhes não faltem na elaboração do PMOC. Confira abaixo:

  • É necessário identificar o estabelecimento; 
  • Especificar o número de ocupantes em cada um dos ambientes com climatização; Informar a carga térmica total dos equipamentos que serão utilizados para a climatização do ambiente; 
  • Identificação do responsável técnico pelo PMOC; 
  • Apontar a relação dos ambientes climatizados; 
  • Descrição das atividades e periodicidade de cada uma.

A importância de bons filtros e do sistema HVAC para a redução de contaminantes

Através do sistema HVAC, o ar circula constantemente no ambiente, resfriando ou aquecendo e, depois disso, o recircula na sala. 

Com uma taxa de troca de ar de aproximadamente sete vezes por hora, os vírus vivos podem ser transportados por partículas e circular 21 vezes. Com isso se espalham por todos os ambientes, através dos dutos (considerando que eles vivem durante três horas no ar).

É aí que entra o papel fundamental dos filtros de ar. Eles contribuem para a redução de contaminantes presentes no ar. 

E, pensando no cenário de um vírus como o da COVID-19, é essencial que a filtragem seja realizada constantemente. Nesse cenário, obter filtros de extrema qualidade, torna-se imprescindível.

Com um projeto bem elaborado e com equipamentos de extrema qualidade, fungos, bactérias e outros microrganismos prejudiciais à saúde não são propagados no hospital. Ao instalar um sistema assim, automaticamente, estará assegurando mais proteção e contribuindo diretamente com a saúde de todos. Afinal, um bom sistema de climatização não serve apenas para proporcionar o conforto térmico.

sistema HVAC auxilia a higienização em UTIs, salas de cirurgia, pós-operatórios e demais locais que compõem um ambiente hospitalar.

Agora que você já sabe a importância da elaboração do PMOC em hospitais e o papel fundamental que os filtros de ar têm nesse processo todo, confira a linha de filtros da AAF, para seu sistema HVAC

Todos são desenvolvidos com tecnologias únicas e eficácia garantida. Mais segurança, conforto e confiança em seus hospitais: www.americanairfilter.com.br/produtos/filtros-de-ar

 

Solicite um orçamento