Notícias

Inscreva-se em nossa newsletter

Qualidade do ar em Indústria de Alimentos: como garantir a excelência

A filtração em indústrias de alimentos é de suma importância. Assim, garantimos a qualidade dos equipamentos e dos produtos. Isso porque algumas partículas ou moléculas de gás podem acarretar em complicações à saúde humana.

Dessa forma, é importante evitar contaminações realizando diferentes cuidados. Um deles é a garantia da qualidade do ar, impedindo impactos negativos na saúde dos colaboradores do local, do consumidor e proporcionando a qualidade do produto final.

Com isso em mente, preparamos um conteúdo especial para apresentar os principais requisitos para garantir a qualidade do ar das indústrias de alimentos. Confira a seguir!

filtros ar industria alimentos bebidas

Referências normativas

Não existe de fato uma legislação específica no Brasil determinando os parâmetros de qualidade de ar para indústrias de alimentos. Entretanto, existe uma legislação em vigor, a RDC nº 9 de 16 de janeiro de 2003 da ANVISA.

Ela determina os Padrões Referenciais de Qualidade do Ar Interior em Ambientes Climatizados Artificialmente de Uso Público e Coletivo, incluindo assim as indústrias de diferentes segmentos.

A partir disso, ela aponta os valores de referência para avaliação da qualidade microbiológica do ar de acordo com o Valor Máximo Recomendável (VMR). Esses resultados podem ser comparados com as especificações e recomendações de órgãos oficiais ou entidades científicas.

Algumas recomendações da American Public Health Association (APHA) são de, no máximo 3×10/cm² de microrganismos. Entretanto, a Organização Pan-Americana de Saúde possui recomendação máxima de 1×10²/cm².

Risco de contaminação veiculada por ar

Na indústria, o ar pode acabar entrando em contato com os produtos alimentícios em diferentes etapas de produção, seja ela a manipulação, processamento ou até mesmo a armazenagem. 

Por isso, a empresa deve se atentar à possibilidade de contaminação de seus produtos. Ela pode ocorrer por micro-organismos patogênicos ou alteradores provenientes do ar. 

Sendo assim, o ar e o pó suspensos tornam-se uma grande forma de contaminação de alimentos por conterem uma grande quantidade de fungos e bactérias que podem entrar em contato com a superfície dos produtos durante a fabricação. Essas são informações do Manual de Manipuladores de Alimentos para Indústrias, TROTTA CONSULTING (2009).

A partir dessas informações, chegamos à conclusão de que os principais motivos para manter o ar das indústrias de alimentos e bebidas são:

  • Evitar a contaminação dos produtos;
  • Eliminar umidade, odores desagradáveis e mofo;
  • Garantir uma melhor qualidade do ar interno;
  • Remover as partículas de poeira do local;
  • Promover a troca de ar, controlando a temperatura e umidade interna;
  • Manter os alimentos e bebidas na temperatura ideal.

Determinando a qualidade do ar

filtros ar condicionado industria alimenticia ebidas 04

Podemos determinar a qualidade do ar em indústrias de alimentos de várias formas. As mais comuns são a sedimentação em placas, consistindo em deixar uma placa de petri (90 mm de diâmetro) exposta, com um meio de cultura específica ao micro-organismo que será analisado.

Além disso, também podemos contar com equipamentos amostradores de ar. Assim, podemos ajustar automaticamente o fluxo de ar aspirado, corrigindo fatores como a pressão do ambiente e suas variações de temperatura.

Formas de desinfecção

Para garantir que o processo de desinfecção do ambiente seja feito de maneira correta, é preciso conhecer os principais meios de realizá-lo. Confira a seguir:

  • É possível aplicar uma solução com concentração pré-determinada de agentes químicos sanitizantes pulverizados no ar através de um bico de aspersão ligado diretamente a uma rede de ar comprimido. Dessa forma, uma névoa será formada no ambiente.
  • Utilizar fumígeno, avaliando o tamanho (por metro cúbico) do ambiente que será desinfetado e a quantidade em gramas do produto que será aplicado. As vantagens de optar por esse tipo de desinfecção é o fato de suas partículas serem muito pequenas. Dessa forma, a fumaça alcança locais do ambiente onde a aspersão de um agente químico acaba não chegando.
filtros ar condicionado industria alimenticia ebidas 01
Filtros de ar adequados para as indústrias de alimentos e bebidas

Com tais necessidades de cuidado em mente, vemos o quanto um filtro de ar específico para indústrias alimentícias se faz necessário para evitar e diminuir a contaminação dos produtos, não é mesmo? Conheça alguns tipos a seguir:

  • Filtros grossos G1, G2, G3 e G4;
  • Filtros finos F7, F8 e F9;
  • Filtros absolutos;
  • Filtros de carvão ativado.

Conheça os filtros de ar da AAF Flanders

A AAF Flanders oferece uma linha completa de filtros de ar industriais para auxiliar sua empresa a manter a qualidade dos seus produtos alimentícios. Baixe nosso catálogo técnico e encontre opções variadas para adequar o ambiente interno da sua indústria, garantindo o bem-estar dos colaboradores e a entrega adequada e saudável de itens.

Solicite um orçamento